Macramê para Iniciantes: Descubra 5 Nós Essenciais para Criar Peças Incríveis

O Macramê na atualidade: a ressurgência do antigo método de tecelagem O macramê, uma antiga forma de tecelagem usando nós…

Macramê para Iniciantes: Descubra 5 Nós Essenciais para Criar Peças Incríveis

O Macramê na atualidade: a ressurgência do antigo método de tecelagem O macramê, uma antiga forma de tecelagem usando nós, tem visto um ressurgimento na decoração de interiores moderna. Compartilha da simplicidade , da tradição e da personalização, abrindo um mundo de possibilidades para os amantes de decoração faça-você-mesmo.

• Confira 50 Receitas de Peças de MACRAMÊ

Com apenas alguns fios e técnicas básicas de amarração, é possível criar peças incríveis que vão desde suportes para plantas, cortinas, até cintos! Começando com o macramê Para começar a arriscar suas habilidades na arte do macramê, é recomendado know-how de cinco tipos principais de nó: o nó inicial (ou de laçada), nó duplo, meio nó duplo, nó festonê e o nó final (ou escondido). Assim, com esses conhecimentos bem consolidados, será possível produzir as mais diversas peças incríveis.

1. Nó inicial ou nó de laçada:

O primeiro passo na maioria dos projetos de macramê é o nó inicial, ou nó de laçada. Este nó fixa o cordão na base do trabalho, que pode ser um cabo de vassoura, um galho natural ou qualquer outra estrutura de suporte sólida. Com este nó, o cordão é facilmente preso e o trabalho pode começar.

2. Nó duplo ou nó quadrado:

O nó duplo, também conhecido como nó quadrado, é sem dúvida um dos mais utilizados no macramê. Dada a sua versatilidade, este nó funciona bem para uma variedade de peças, incluindo suportes para plantas, cortinas, cintos e muitos mais. Para executar o nó duplo, é necessário trabalhar em ambos os lados do cordão, usando quatro linhas.

3. Meio nó duplo ou nó DNA:

Similar ao nó duplo, o meio nó duplo é outro tipo de nó útil na arte do macramê. A única diferença reside no fato de que o meio nó duplo é executado em apenas um lado do cordão. É um nó que traz uma estética atraente para qualquer peça de macramê, especialmente suportes de plantas.

4. Nó Festonê :

O nó festonê é considerado um dos nós mais complexos de macramê, mas com a prática, se torna mais simples. Este nó oferece uma infinidade de possibilidades criativas, permitindo a criação de designs imaginativos que adicionam profundidade e detalhes requintados às peças.

5. Nó final ou nó escondido:

Útil e simples, tanto que é frequentemente usado para finalizar projetos de macramê, especialmente suportes para plantas. O nó final, ou nó escondido, serve para segurar firmemente o projeto finalizado e fica escondido na base do vaso da planta.

Com a aprendizagem e aperfeiçoamento desses nós, os iniciantes em macramê têm um ótimo ponto de partida para criarem suas próprias peças. Quer seja para embelezar a sua casa ou para vender e obter uma renda extra, o macramê é uma técnica atraente e versátil que está aqui para durar. Sendo um hobby adorável e um negócio rentável, a arte do macramê tem muito a oferecer. 

Agora que você já viu os principais nós da técnica do macramê poderá visitar nossa playlist com várias receitas.

Ultimas postagens: